Make your own free website on Tripod.com
Pesca&Dicas

CARRETILHAS


   
 

CARRETILHAS

VANTAGENS

Alta resistência, boas para peixes maiores proporcionam arremessos mais longos, principalmente as providas de rolamentos maior precisão nos arremessos maior durabilidade da linha, pois as mesmas são enrroladas em seu carretel sem se torcerem, proporcionam tanbém menor atrito nos passadores. Excelentes para pesca em condições de vento porque produzem pouca "barriga "ao liberar a linha no arremesso

DESVANTAGENS

Manejo dificil, principalmente para principiantes, ocorrendo a formação de "cabeleira " e maior dificuldade no arremesso de iscas leves ou a curta distância.

AS CARRETILHAS CLASSIFICAM-SE COMO:

LEVE

linhas de 0.14 a 0.20 mm (3/6 lb)

MÉDIA

linhas de 0.23 a 0.37 mm (8/20 lb)

PESADA

linhas de 0.40 a 0.62 mm (25/48 lb

EXTRA-PESADA

acima de 0.62 mm (48 lb)
(usada em pesca oceânica)

  • As carretilhas são dotadas de freios mecânicos ou magnéticos, que tem por finalidade evitar a formação de cabeleira. Para uma boa regulagem do freio, deve-se segurar a vara na horizontal, liberar gradativamente o freio, com a carretilha destravada, até que a isca artificial ou o conjunto, chumbo e isca natural, desça lentamente. Este é o ponto ideal de arremesso.

  • A expressão em inglês "Gear ratio " indica a relação de recolhimento. Exemplo: Gear 5:1 - indica que para cada volta da manivela são das 5 voltas no carretel. Esta relação é muito importante quando se pesca com iscas artificiais.

  • A expressão em inglês "Ball bearing " indica ser uma carretilha com rolamentos.
  • Quanto mais rolamentos (de boa qualidade) teóricamente melhor a carretilha (Atenção: PREÇO nem sempre é sinonimo de qualidade).

  • OBSERVAÇÃO IMPORTANTE: Regule corretamente a frição da carretilha conforme as resistência da linha evitando utilizar linha fora da especificação da sua carretilha.

  • QUER SABER MAIS ? - Só nos Clubes filiados que participam dos Campeonato Estaduais e Brasileiros organizados consoante as REGRAS da CBPDS , pois são eles os centros onde as técnicas são mantidas sempre atualizadas pelo convivio com os Atletas-pescadores "de ponta" , os mesmos que integrando as SELEÇÕES BRASILEIRAS DE PESCA já nos deram cinco titulos mundiais.

  •  

O abc do arremesso de carretilhas 


Vamos usar aqui um comparativo para o amigo pescador poder invocar sua auto estima. Dirigir um carro é difícil? É complicado? Sim e não! Mas com dedicação qualquer um dirige, todos podem. Assim é o arremesso de carretilha. Tenho certeza que você conseguirá. Acredite dirigir um carro é muitas vezes mais difícil e todos o fazem.
O princípio básico e mais importante do arremesso é o carregamento e conseqüentemente o descarregamento da sua vara. A isca (peso) irá fazer dela uma alavanca, que ao vergar arremessará sua isca longe. Sempre comece o arremesso com a ponta da vara quase tocando a água. Em um único movimento, contínuo e sem parar, carregue e descarregue a vara.
 

A empunhadura (modo de segurar a vara e carretilha) é muito importante (ver foto). Observe que o indicador estará apontando o alvo e o polegar em cima do fast cast (botão de destrave do carretel). Note também o uso do gatilho do uso de segurança da vara, sendo usado corretamente.




 

O maior segredo para não ter as incômodas cabeleiras é a regulagem correta do equipamento. Posso lhes garantir que qualquer carretilha é uma anti-cabeleira. Tendo apenas que fechar ao máximo os freios. São dois freios em uma carretilha: o primeiro é o break, botão de ajuste do carretel, para entender faça o desmonte rápido de uma Titan ou Intruder através da tampa lateral, irá sacar na mão o carretel, note que ele se alonga a um eixo fino que irá parar em cima do botão de ajuste: "o break". Então, se você apertar forte brecará o carretel. Faça o ajuste mas não o trave. O segundo mecanismo de freio é o ajuste magnético ou centrífugo. No caso das Titans, este é o magnético, de regulagem de 1 a 10. No começo, coloque no 10. Com tudo muito bem brecado e fechado, você terá nas mãos uma autêntica "anti-backlash" que no princípio irá fazer arremessos curtos, mas sem cabeleiras, para que o pescador ganhe autoconfiança. As abertura virão depois, gradualmente.
Parabéns! Você acaba de se tornar um grande arremessador de iscas: "Um Bait Caster".

SUPER DICAS PARA UM BOM ARREMESSO:
- Use uma vara firme de 6" (1,80m) para uma alavanca perfeita.
 

- Corte um toco de uma cabo de vassoura (5-6cm: 15-20gr), fixe em seu centro uma argola de pendurar quadros e você terá um pêndulo de arremesso. Treinealgumas horas por dia em casa. No começo não tenha medo das cabeleiras, use linha barata e no caso de dar algumas, corte com uma pequena tesoura.



- A distância da isca, na hora do arremesso, com relação à vara deve ser de cerca de 10 cm, no máximo 15cm.
- O botão do "fast cast" deverá ser liberado, na hora do arremesso, na altura de seus olhos: antes irá formar uma parábola e após irá fazer que sua isca toque na água muito próximo à você.
- Algumas carretilhas dispõem apenas da regulagem do carretel e em outras sua regulagem não é suficiente para breca-la, neste caso, use um pequeno calço (alumínio grosso de uma cartela de comprimidos) dentro do botão de ajuste.
 

- As Shimanos (Made in Japan) usam freio centrífugo. No início, feche as seis borrachinhas (encoste-as na parede lateral). Depois com o tempo, trabalhe com quatro fechadas e duas abertas. Quatro abertas e duas fechadas: somente para o Nelsinho Nakamura (Ah! Ah!)



- Quando a isca tocar na flor d´água, breque o carretel com o polegar, evitando que ele continue rodando e em conseqüência a "famosa cabeleira".

 

voltar

   
| PESQUEIROS | NÓS PARA PESCA | RIO GUARAÚ | ARTIGOS | BUSCA FONES | TEMPO |
| HOME | RECEITAS | FOTOS | SPLIT SHOT | MASSAS | BUSCA CEP | E-MAIL | GIRADOR | EMPATE DE AÇO |
© Copyright - 2002-2003 - Pesca & Dicas - All rights reserved